COMO FUNCIONAM OS ALGORITMOS DAS REDES SOCIAIS?

Postado em: 23/04/2018

Uma das palavras mais comentadas no mercado de influência hoje é algoritmo. O algoritmo é um conjunto de regras e procedimentos lógicos definidos que levam à solução de um problema. Ou seja, é processo de validação onde se “analisam” os conteúdos postados em uma rede.

Embora muitos conheçam o termo, poucas pessoas conhecem como realmente funcionam os algoritmos das principais redes e plataformas, como Facebook, Youtube e Instagram.

A mais nova atualização de algoritmo do Facebook foi de grande prejuízo para as marcas que utilizam da rede como um meio de publicidade. A empresa de Mark Zuckerberg anunciou que vão priorizar um feed mais “social”, focando mais em postagens de familiares e amigos do que de marcas e páginas. Em um comunicado oficial Mark afirma: “O mundo está ansioso e dividido, e o Facebook tem muito trabalho a fazer — seja protegendo nossa comunidade de abusos e ódio, defendendo-a contra a interferência de países ou assegurando que o tempo passado no Facebook é um tempo bem gasto.” Após essa mudança as marcas que ainda continuam na plataforma estão tendo que investir mais e mais dinheiro em impulsionamento de posts e anúncios.

Já o algoritmo do YouTube é um dos mais completos e complexos de todos! Considerando o antigo algoritmo do Youtube houve uma grande melhora para os usuários em questão de conhecer novos conteúdos. De acordo com especialistas e usuários ativos na plataforma, algumas das dicas para se dar bem no algoritmo são: ter uma boa retenção de público, ter back-links (ter o vídeo vinculado com outros sites, principalmente sites com muitos acessos) e um grande tempo de sessão – ou seja, manter o usuário na plataforma por um longo período.

O algoritmo do Instagram sofreu muitas alterações nos últimos anos. Na versão antiga, o algoritmo organizava seu feed em ordem cronológica, porém hoje em dia o algoritmo tem como objetivo fazer com que o usuário encontre o que mais lhe interessa em primeiro lugar. Ele se baseia em 3 pilares:

– Temporalidade: Embora os posts não apareçam mais na ordem que foram postados, a plataforma sabe que é importante colocar conteúdos recentes no feed e ter uma lógica temporal em seu feed.

– Engajamento: O engajamento do post (curtidas, comentários etc).

– Relacionamento: O Instagram faz uma analise das pessoas ou marcas com quem você mais se relaciona na rede social; isso é analisado através dos comentários, stories, buscas e posts. Os posts dessas contas serão os primeiros em seu feed, visando melhorar sua experiência dentro da rede.

Mesmo sem uma “fórmula mágica” para se dar bem com os algoritmos com certeza existem algumas iniciativas e atitudes que sempre ajudam a crescer dentro de cada rede social ou plataforma: conteúdo de qualidade, boa qualidade técnica ( imagem e áudio), assuntos do momento, e interação com seu público.